Estilosas, essa semana teve a SPFW mas quem roubou a cena mesmo não foi nenhum desfile específico, apesar de ter muita coisa linda e diferente. O lançamento da coleção Versace for Riachuelo tomou conta do mundo fashion. Assumo que quando vi o comercial da coleção, não me atraí. Não tem jeito, a Versace tem um estilo perua-espalhafatosa-dos-anos-80 que não combina comigo. O máximo que consegui foi me sentir meio Katy Perry com saia lápis midi e um top cropped. Também já tinha visto algumas blogueiras de moda comentando que os preços não estavam lá super tentadores, mas resolvi ir até a Riachuelo do Taguatinga Shopping para conferir como ficam as peças no corpo de uma pessoa normal. Alguns looks acabei provando igual ao lookbook, exatamente para vocês terem uma ideia de como as coisas ficam no corpo de gente como a gente.

versaceparariachuelo

A primeira coisa que fiz foi dar uma olhada geral em todas as peças e preços. Acabei tirando a prova daquilo que já estava ouvindo dizer: valores altos para peças fast fashion. Quando a Forever 21 estava prestes a abrir aqui em Brasília, dei uma entrevista falando sobre o futuro das outras lojas de departamento já que a Forever chegou com preços super interessantes. Falei que duvidava de uma baixa de preços, não tinha dúvidas que o caminho seria fortalecer ainda mais as parcerias com grandes estilistas para ter um diferencial. Fiquei mega feliz de ver que o caminho está sendo seguido quando vi Adriana Lima para Versace na Riachuelo. Eu só não imaginava preços tão mais altos. Tirando blusinhas bem basiquinhas (mesmo!), você não vai encontrar nada por menos de R$110, valor bem próximo das peças mais caras da Forever 21. Achei meio (bem!) surreal, até porque, as peças não são de tecidos ultrarrefinados não. Mas sabem o que mais me espantou? Peças já em falta na loja do Taguatinga Shopping. Tem um monte de coisa que já não encontrei. Vamos aos looks? O primeiro deles foi só uma calça, a blusa é minha. Essa é uma das estampas chave da coleção. Ah, uma coisa deprimente: a modelagem está super pequena. Não consegui pegar quase nada do meu tamanho real. Calças todas 42. Deixa a gente meio triste, né? Se eu fosse estilista, ia fazer as peças maiores, só pra mulherada sair da minha loja achando que emagreceu por entrar em um número de calça menor. Só a gente sabe o tanto que esse número costurado no cós tem o poder de melhorar nossa autoestima ou arremessá-la poço abaixo. Tirando o número maior, a calça vestiu super bem. Modelou o corpo legal e ficou certinha, sem precisar fazer a barra nem nada. Eu jamais compraria pelo seguinte motivo: é uma estampa que marca demais. Todo mundo vai lembrar cada vez que você usar. E ela não permite muitas variações de look. Logo, você vai usar pouco. Como o valor não é pequeno para uma calça da Riachuelo, na hora de fazer as contas do custo benefício, não vale a pena. Sem contar que: não amei, não tem nada a ver com o meu estilo pessoal.

calcaversace

Depois, parti para uma coordenação que já estava no site da Riachuelo: top cropped e saia lápis midi. Eu não consegui me identificar nesse look. É lindo, mas me senti meio Katy Perry, meio festa à noite em um cruzeiro, meio looks da minha mãe quando eu era criança (pelos botões todos trabalhados). Todas as peças estão com acabamento bem cuidadinho e essas duas, em especial. Botões bem presos, cuidado com as costuras e zíper lindo. Até pensei em levar a saia pra casa, acho que com uma t-shirt detonatinha ia dar uma produção super bacana, mas desisti a hora que vi o preço: R$199,90. (Oi? Eu tô na Riachuelo mesmo?). Para não ter certeza que vou querer usar, é um pouco demais. O top é R$119,90. Saia tamanho 40 e top P.

saiaversace

Depois, fui pra outra produção do lookbook da coleção Versace for Riachuelo: blusinha verde e calça fundo do mar. Eu tava toda cheia do preconceito com essa calça, achando que por ser estampada ia me engordar horrores e as estrelas do mar iam virar uma constelação nas minhas coxas. Mas deu tudo certo, ela vestiu super bem, aliás. Só que foi a 42 de novo (rolou uma lágrima até). A blusinha é bem “inha” mesmo, gostosinha de vestir, bonitinha, mas nada demais. Não vale R$49,90 (tamanho P). Nenhuma das peças conquistou meu coração a ponto de irem para casa comigo.

versaceriachuelo

Por fim, o look que mais tinha a minha cara: shorts branco e camisa estampada. Eu amei essa coordenação. O shorts é de cintura alta, com cara de vintage, do jeito que eu gosto. Só que quando virei de costas um grande problema: mega transparente. Tipo, não é daqueles que usar uma calcinha cor da pele resolve. Ele marca TODAS as celulites, até as que você está imaginando que pode vir até um dia. Quem sabe de outra cor teria sido sucesso. Nas araras da loja do Taguatinga Shopping, só tinha o preto de tamanhos muito grandes. Peguei o 42 pra provar também e custa R$149,90. A camisa vestiu super bem! Me apaixonei por ela (tamanho 38! o/) . Apesar de ter tanta estampa quanto a calça, é na parte de cima do corpo, onde sou mais magra e isso ajuda a trazer maior equilíbrio para a silhueta e já pensei em todas as partes de baixo que poderia coordenar. Os botões são lindos, tudo bem cuidadinho e bem feitinho (só que ainda no tecido não-lave-nunca-que-vai-estragar). Mas desisti de levar quando vi o preço: R$229,90. Blogueira murrinha! Não é isso, estilosa, mas pensa comigo, todas as peças tem características muito fortes, uma personalidade Versace que é entregue só de alguém bater o olho. Daqui 3 meses, esse frisson não vai mais fazer sentido algum. Você vai querer gastar tanto em peças que vão perder o sentido tão rápido? Sou mais esperar por Stella MCCartney para C&A 2, que tem peças bem mais a minha cara, bem mais atemporais (vão viver mais tempo e com mais versatilidade no seu armário) e um pouco mais em conta.

fundodomarversace
E que venha Stellinha para nos fazer feliz na C&A. Vou procurar fazer isso de novo para vocês, achei super bacana!

 

0