Energias da Semana – de 29 de março a 04 de abril

O Podcast Energias da Semana só é possível graças a pessoas como você! Para tirar o maior proveito de tudo o que o Energias da semana tem para você, clique aqui e se torne uma assinante. Toda segunda-feira, uma leitura exclusiva para assinantes chega para você. 

Pra você aproveitar melhor essa leitura de TAROT focada especificamente na relação com a alimentação, clica no link que está na descrição deste episódio. Assim, você pode ouvir olhando para cada uma das cartas e visualizar junto comigo. 

A primeira carta de hoje foi o 7 de Emoções. 

Aliás, todas as cartas dessa semana estão muito carregadas de emoções. 

Hoje em dia o meme “estou emocionada” está super em alta, para falar o quanto algo mexe com a gente ou o quanto não deveria mexer, com o tal do “não se emociona, hein!”. 

Mas brincadeiras à parte, pra entender uma emoção, a gente precisa se permitir SENTIR. Este verbo pode ter dois significados. 

Primeiro, ter a sensação de, perceber algo por meio dos sentidos. Assim como a gente aquele cheiro de bolo quentinho recém saído do forno. 

Segundo, ter a capacidade de percepção, de consciência, sensibilidade. 

E aqui, já começo perguntando: como você SE SENTE hoje? Como você está se percebendo? Uma pessoa feliz? Triste? Ansiosa? Tranquila? Irritada? 

Inspira o ar com calma e expira antes de responder. Não se dê uma resposta vazia como “Não tô bem hoje”. ou “Estou cansada.” 

O “não tô bem” pode ser absolutamente QUALQUER COISA. Desde uma dor de barriga, um pescoço que dormiu de mal jeito, até muita tristeza. 

Já o “estou cansada” é a resposta mais preguiçosa que você pode se dar. É tão mais fácil falar que é cansaço quando a gente não quer encarar algo, não quer cutucar alguma coisa que está incomodando. 

E olha, está tudo bem se você não quiser olhar para algo desagradável que está acontecendo. Tem dia que não dá mesmo, que a gente vai só jogar ali, para baixo do tapete para encarar em outro momento. 

Mas eu quero te fazer um convite: aproveita esse momento que você se deu para ouvir esse áudio para olhar o que está ali, bem escondidinho. Pode ser qualquer coisa: 

  • uma tristeza por tudo o que estamos vivendo
  • uma preocupação específica com trabalho
  • a falta de socializar com outras pessoas 
  • um desentendimento em um relacionamento

Seja o que for: tenha coragem para olhar para baixo do tapete. Sei que mexi em uma palavra sensível agora: CORAGEM! 

Ando lendo os livros da Brené Brown e se você não conhece, recomendo todos! “A coragem de ser imperfeito”, “Eu achava que isso só acontecia comigo” e a “Arte da imperfeição”. E, eu amo a forma que ela entende a palavra coragem. 

Para ela, ter coragem, nada tem a ver com bravura ou grandes feitos heróicos. Me dando a licença leio aqui um trecho de um dos livros: 

“Coragem é uma palavra do coração. Sua raiz é cor – que deriva de coeur, coração, em latim (e vocês me perdoem meu latim! hahahah). Em uma de suas acepções mais antigas, a palavra CORAGEM significava “dizer tudo o que está no coração”. 

Na opinião da autora, esse entendimento de coragem com grande bravura não reconhece a força interior e o nível de compromisso exigidos de nós para de fato para com sinceridade e abertamente sobre quem somos e nossas experiências – boas e ruins. Falar do fundo do coração é o que ela chama de “coragem comum.” 

E para mim, Mari, “coragem comum” é aquela que falta para a gente encarar essas coisas embaixo do tapete. Aquela coragem de olhar para o que afinal, estamos descontando na comida, quando nos alimentamos de forma exagerada. 

É preciso coragem para enfrentar nossos fantasmas, nossos defeitos e nossos lados mais sombrios. Digo isso porque eu te garanto: o que faz com que a gente tenha episódios de exageros na comida não são os momentos felizes. 

Claro, na nossa sociedade, vários momentos de alegria e momentos felizes são comemorados, celebrados ao redor da mesa. O comer além da nossa saciedade nesses momentos tem nome: FOME SOCIAL e é totalmente natural: em tempos normais, estamos rodeadas de pessoas queridas, com comidas que não aparecem no cardápio do dia a dia e em quantidades superiores à que temos na nossa rotina. Pensa: o Natal não é exatamente isso? 

Mas eu te garanto: NÃO SÃO ESSES MOMENTOS QUE ENGORDAM. ESSES MOMENTOS ALIMENTAM. 

O que faz o peso subir na balança, o percentual de gordura ser maior é o que a gente come para cobrir o vazio que as nossas frustrações trazem. 

Só que se a gente não se permite SENTIR, como vai saber o que frusta? Impossível. E é isso que o 7 de emoções traz: eu sinto muito essa semana como um momento de muita fluidez, uma semana em que o Universo está trazendo várias possibilidades para a gente escolher o que quer. 

Mas, você sabe o que quer? Consegue sentir o que te faz bem? Não reduza esse entendimento a escolher comidas saudáveis x hambúrguer e batata frita. É tão mais do que isso!

É escolher o que te nutre, esquecendo carboidratos, proteínas e gorduras. É escolher o que te faz se sentir bem e feliz! Não é normal a gente sentir aquele cansaço enorme depois do almoço, por exemplo. Mas é comum. Por ser comum, a gente acha que está tudo bem! Mas não está. Se você está sonolenta, cansada e não consegue produzir depois do almoço, tem algo que precisa ser ajustado nessa refeição. 

Você consegue se dar espaço para SENTIR como se sente depois de almoçar ou só toma um café e segue o dia? 

Quando a gente sente, a gente é capaz de fazer escolhas com o coração, escolhas que vão fazer nosso coração e nosso corpo feliz. Por isso, para todas as oportunidades que aparecerem para você essa semana, para qualquer coisa que você precisar decidir eu te peço: 

Respire com calma. Expire todo o ar e sinta o que o seu coração está pedindo. É esse o caminho para levar uma vida mais leve. 

Todas as possibilidades estão aí, para você. Só se lembre que quando a gente escolhe, uma delas se torna realidade. 

Bom, esse foi o ENERGIAS DA SEMANA de hoje, me conta o que você achou lá no instagram, @marividaleve e, se esse conteúdo fez sentido para você, se torne um assinante e receba com exclusividade a leitura das 3 cartas toda semana. 

Até segunda-feira que vem.

Um beijo,

Mari

0
Post criado 316

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comece a digitar sua pesquisa acima e pressione Enter para pesquisar. Pressione ESC para cancelar.

De volta ao topo