Hey, estilosa! Se você andou acompanhando o Instagram do Blog Moda ou Estilo, percebeu que aproveitei minhas últimas férias para fazer um cruzeiro. Foi bonito foi, foi intenso foi! Achei que ia ser super bacana compartilhar essa minha experiência com quem tem interesse de passar alguns dias em um navio. Sou virginiana, adoro listas e essa vai ser mega especial! Para contextualizar: passei 4 noites no Splendour of The Seas, navio da Royal Caribbean. O itinerário foi: Santos, Búzios, Ilhabela e volta para Santos. Viajei de Royal Caribbean, no Splendour of The Seas. E, a primeira coisa que posso dizer é que a organização do navio me impressionou demais. A partir do momento em que você confirma sua viagem até a hora que deixa o cruzeiro, tudo é muito bem explicado e orientado para você não ficar com dúvida nenhuma. A prestatividade da equipe é admirável! Entre estrangeiros e brasileiros, é nítido como todos dão seu melhor para que a sua experiência de viagem seja a melhor possível. Mas é claro que sempre vale se questionar: será que fazer um cruzeiro é para você e você está preparado para viver isso? Para ajudar a tomar a decisão sobre dias de descanso, vamos a uma listinha básica sobre o que você deve pensar antes de sair atrás do seu cruzeiro, especialmente se você é marinheiro de primeira viagem, como eu era.

Será que você tem perfil para fazer um cruzeiro?

1. Se você tem labirintite, enjoos e afins, é bom se questionar. Eu tenho e esse post já começa com um balde de água fria: passei mal todos os dias. Precisei tomar remédio TODOS os dias do cruzeiro e também sentia a terra balançar quando a gente parou em Búzios e em Ilhabela. O sentimento? Sabe quando a gente bebe um pouco além da conta, vai dormir e parece que o quarto está girando? É exatamente a mesma coisa. Mas se eu achei incrível mesmo assim, é porque deve ser maravilhoso para quem não passa mal.

2. Geralmente, cruzeiro é sistema all inclusive. Alguns tem isso para bebida também. No Splendour, todas as refeições já estão inclusas (sem bebida alcóolica), a não ser que você queira comer em algum restaurante especial, como japonês. Neste caso, pagava à parte, 30 dólares por pessoa.

2. Se você ama comer, está no lugar perfeito. Tinha comida o tempo todo e em muita, muita fartura! E essa galeria pode dar um pouquinho da ideia do que eu aproveitei: cafés da manhã super incríveis, almoços variados (teve um dia que teve paella feita no deck da piscina), pizza, cachorro quente, cookies, doces, saladas, hamburgers e sanduíches naturais a qualquer hora do dia ou da noite. Os jantares eram um show à parte e eu sempre ficava sofrendo para conseguir escolher as entradas e sobremesas, já que queria todas.

3. Se você curte bons drinks, o cruzeiro é um lugar perfeito também. O Splendour tinha diversos pacotes de bebida que poderiam ser adquiridos antes ou dentro do cruzeiro, de acordo com seu gosto e para valer mais a pena ($). Especialmente em tempos de dólar alto (tudo no navio é em dólar). Como estava tomando remédio, não fechei. Existem diversas opções de pacotes de bebidas, desde com sucos, ou só cervejas e alguns vinhos. O pacote ilimitado de bebidas era U$268 para o tempo todinho em que você está a bordo.

4. Se você quer se desconectar do mundo digital e realmente descansar, é bem bom fazer um cruzeiro também! O 3G do celular só funciona em terra ou quando o navio está atracado próximo de alguma cidade. Fora isso, é zero sinal. Existe a opção de contratar wifi por 29 dólares por hora. Ou 49 dólares por dia. Mas, com o dólar a R$3,37 (cotação fechada no navio para todos os dias), não me animei!

5. Se você curte atividades em grupo para conhecer pessoas novas e dar risada, o ambiente do cruzeiro super favorece isso. Existe programação o dia inteiro como hidroginástica, zumba, bingo, gincanas e até baladinhas (no Splendour, o toque de recolher para menores de 18 anos era às 2h da manhã).

6. Se você ama jantares no glamour, temáticos e pensar em um look diferente para cada noite. O jantar com o comandante é o ponto alto das noites. Existe um momento para tirar fotos, espumante e muuuuito glamour nessa noite (muito mesmo, as pessoas costumam ir de longo!). Eu não fui e não até tirei fotos, mas elas ficaram muito ruins porque a iluminação não estava legal.

Dicas práticas para quem é marinheiro de primeira viagem em cruzeiros

7. Faça seu check in online antes da data do embarque. É a melhor forma de evitar filas no dia da chegada.

8. Leia todo o manual que a empresa que oferece seu cruzeiro envia antes. Ela é fundamental para você não ficar cheio de dúvidas.

9. A mala não tem limite de peso como em viagem de avião. Mas, vale o bom senso (as cabines são super boas, mas não são gigantes!).

10. Pense bem em cada look que você vai levar. Capriche nos looks para a noite, leve saltos, super makes e acessórios incríveis. Mas não se preocupe em levar diversas opções de looks para o dia. Eu levei 1 look para cada noite (deu perfeito!) e 2 looks para cada dia (um mais piscina e outro mais arrumadinho). Só usei os looks mais informais e com biquini por baixo mesmo.

11. Confira tudo o que tem na cabine do seu cruzeiro para você não levar bobagem. No Splendour já tem secador e no manual que falei no item 8, tem a voltagem do navio.

12. Esteja no local do embarque na hora que informam que começa. Não adianta chegar antes, porque o navio vai ter acabado de chegar e precisa fazer diversos processos no porto antes de liberar a entrada dos passageiros. Vá com uma roupa confortável e é recomendável levar uma mala de mão com uma troca de roupa para você já começar a aproveitar tudo o que o cruzeiro tem para te oferecer (as cabines demoram um pouquinho para serem liberadas). Eu fui com esse look abaixo e não levei troca já que o tempo estava meio feio.

13. Em um cruzeiro, cartão de crédito é a melhor forma de deixar sua vida mais prática. Tanto no check in quanto no check out. O pagamento de tudo é feito por um cartão do cruzeiro (não o seu cartão de crédito) e no final, você só dá ok nos gastos (se tiver dado um cartão de crédito no momento do check in). Se não, terá que ir na recepção até a última noite e pagar tudo em dinheiro.

14. Todos os dias, o seu concierge vai deixar na cabine a programação do dia seguinte, com todas as atividades do dia e tema da festa noturna. No dia do jantar do comandante, havia disponibilidade para fazer penteados e outras coisitas mais para ficar bem gatchinha! Ah, eles costumam ser mega atenciosos, vale uma gorjetinha na hora de ir embora.

15. Nos dias em que o navio estiver atracado, lanchas te levam até a terra. Eu amei o fato de ter lancha o dia inteiro e podia ir e voltar quantas vezes quisesse e a hora que quisesse. Em nenhum momento em precisei esperar a próxima lancha chegar, cheguei e já entrei. Só precisa ficar atenta aos horários limites. Em Ilhabela, a primeira lancha saía às 9h e a última, às 18h.

16. Quando estiver em terra, tanto Ilhabela quanto Búzios são cidades lindas, cheias de lugares para conhecer e coisas para fazer. Por isso, a melhor coisa é colocar um look bem confortável e ir de biquini por baixo. São oferecidos passeios como escuna, conhecer praias, passeio de bug, etc. Eu preferi ficar em terra firme, mas nem por isso deixei o look confortável de lado, nessa galeria, você vê fotos desses dias em terra do cruzeiro.

17. O horário do jantar é marcado no check in. O meu era às 22h. Existe possibilidade de mudança, mas mediante disponibilidade.

18. Todo o consumo no navio é taxado em 18%, com exceção das compras feitas no shopping do cruzeiro. Por isso, é fundamental pensar em tudo. Um cafezinho saiu U$5,50 x R$3,37 + 18% = aproximadamente R$25. Digo isso porque a gente vai passando tudo no cartão do cruzeiro e pode acabar se empolgando.

19. Na noite anterior ao desembarque, você receberá tags para colocar na sua mala. Retire as do check in e coloque seu nome exatamente como está no seu cartão do cruzeiro.

20. É tudo lindo! É tudo feito com muito carinho. Por isso, por mais que não funcione a internet, bata milhões de fotos para recordar sempre esse momento.

21. Aproveite bem todas as atividades da noite. Sempre tem um show, um espetáculo e coisa para fazer.

22. O shopping do cruzeiro e o cassino só funcionam depois de um tempo de navegação. Por leis brasileiras, não pode estar aberto com o navio atracado.

23. O banheiro da cabine é bem compacto. Lembre-se de colocar a cortina para dentro da banheira e prestar atenção em tudo antes de começar a tomar banho. Eu não prestei e molhei todas as toalhas e até em cima do vaso. (??) #meujeitinho

1