beleza

Cabelos: a beleza como expressão

por | mar 20, 2016 | beleza

Tudo se inicia por volta de 1918 quando a escola de artes de BAUHAUS é fundada sob princípio de que a linguagem visual é utilizada na construção de imagem pessoal. Walter Gropius e um influente grupo de artistas com seus ensinamentos mudaram definitivamente toda a área de artes visuais, das artes ao design.

Através desta fundação e do objetivo destes estudos podemos entender que, antes de se pensar o que será bonito ou esteticamente desejável, é preciso que se pense para o que ou para quem a imagem serve.

Vemos muitas edificações bonitas na cidade desenhadas por Nyemeyer, mas nem um pouco funcionais, sapatos maravilhosos, mas extremamente desconfortáveis, carros de encher os olhos, só que insensatos. Vemos roupas incríveis, mas que as usa não se preocupa com o conforto.

beleza

A beleza e o contexto da sua vida

Podemos ver cortes de cabelo e penteados belíssimos, que mesmo deixando a pessoa linda, não são adequados. Veja o caso de uma jurista com fios longos, acobreados e cacheados com efeito baby-liss. Talvez esse penteado não cairia bem no dia a dia. Ou aquela personal que dá aulas outdoor que optou pelo corte channel simétrico e precisa da chapinha todos os dias para modelar o penteado.

Quando pensamos primeiro na função, esta condução irá determinar como a imagem deve ser criada, sem deixar de ser bela.

Precisamos compreender que toda imagem expressa conceitos, sensações e emoções. A imagem de uma pessoa é constituída pelo seu formato de rosto, feições, cor de pele, seu corte de cabelo, penteado, coloração, sua maquilagem, adornos e, no caso dos homens, seus pêlos faciais. Esse conjunto faz, literalmente, uma declaração ao mundo e a pessoa de quem ela é, através da linguagem visual.

beleza

Todo mundo tem uma compreensão intuitiva dessa linguagem, mas poucos sabem como realmente funciona. É a mais antiga e primitiva linguagem dos seres humanos e a primeira utilizada para compreender o mundo que nos cerca. Intuitivamente entendemos o que significam as diversas linhas, formas, cores e outros elementos que compõem uma imagem. É por isso que conseguimos sentir o que imagens transmitem.

Esse conhecimento permite analisar as formas e os traços de um rosto e saber o que expressam da personalidade de uma pessoa. Há mais de 5000 anos os Chineses já haviam percebido que a personalidade, ou temperamento, de uma pessoa é estampada no seu rosto. Os Hindus e os Gregos da antigüidade fizeram a mesma constatação e daí nasceu a Fisiognomonia , que é a arte de conhecer o caráter das pesssoas pelos traços fisionômicos.

Legal não?

Para fechar, o cabelo da diva master da vida: Adele, que promete vir pro Brasil em 2017! 😉

beleza

Este post é uma colaboração entre o Blog Vida Leve e o hair dresser Fábio, que atende no Salão You Enjoy.

0